Entendendo as Escolas do Feng Shui

O Feng Shui é uma prática milenar originada e bastante comum na China, e que agora também está se popularizando nas culturas ocidentais na busca por mais saúde, riqueza, felicidade, amor e sucesso.

E como é uma técnica milenar, encontramos hoje várias abordagens diferentes sobre o Feng Shui. Essas diferentes abordagens foram reunidas em diversas escolas com conceitos e princípios semelhantes ou não…

Embora existam muitas escolas de Feng Shui, todas elas mantêm o mesmo propósito: buscar uma melhoria da vida melhorando a energia do meio ambiente. Todas as escolas de Feng Shui têm por finalidade ensinar o equilíbrio e o entendimento do fluxo de energia. Esta energia pode ser representada pelo ar, pela respiração ou pela energia vital de cada um. 

No entanto, pesquisar o tema Feng Shui em livros ou sites pode ser uma tarefa difícil e bem confusa, porque as escolas de Feng Shui possuem conhecimentos universais semelhantes, mas desenvolveram diferentes abordagens e técnicas para identificar e equilibrar essa energia (chamada comumente de chi).

Leia mais: O que é “Chi” e por que você deveria se preocupar com isso?

Classificação das Escolas de Feng Shui

As diferenças e semelhanças entre as escolas de Feng Shui podem ser bem confusas para quem está iniciando os estudos por conta própria. Alguns métodos são muito rápidos e fáceis de usar e aplicar, enquanto outros, são mais avançados e exigem um conhecimento de técnicas mais complexas para o aprofundamento completo no tema. 

A maioria das escolas tradicionais de Feng Shui usa uma combinação de dois métodos básicos: o método da forma e o da bússola.

Uma escola de Feng Shui um pouco menos conhecida e difundida no Ocidente é chamada Escola de Feng Shui do Budismo Tântrico Tibetano do Chapéu Preto ou Feng Shui do Chapéu Negro, no qual proporciona uma abordagem mais prática e moderna sobre o Feng Shui.

Neste artigo vou discorrer sobre as principais escolas de Feng Shui existentes e quais são suas semelhanças e diferenças. As principais escolas de Feng Shui podem ser classificadas em 3 grandes grupos:

  • Escolas tradicionais ou clássicas de Feng Shui (Escola da Forma e Escola de Bússola) 
  • Escola do Budismo Tântrico Tibetano do Chapéu Negro (Escola do grão mestre Lin Yun)
  • Escola Intuitiva / Moderna de Feng Shui.

Uma das principais diferenças entre muitas dessas escolas de pensamento é usar ou não as direções da bússola (norte, sul, leste e oeste) ao determinar a localização da casa, que abordarei com mais profundidade a seguir:

Escola da Forma

Como o próprio nome sugere, baseia-se na observação detalhada das formas existentes, tanto na geografia quanto nas formas usadas pelo homem. Essa escola observa e estuda a paisagem natural, como os planaltos, montanhas, rios e também a paisagem criada pelo homem, como os edifícios e construções, realizando uma análise profunda e detalhada deste entorno. 

A Escola da Forma portanto estuda a terra e observa o contorno, clima, forma, e outros fatores para determinar os melhores locais para viver e trabalhar. Por exemplo, na China, viver com uma montanha às suas costas e com sua casa voltada para o sul foi reconhecida ao longo dos séculos como sendo a posição mais segura para se levar a vida. Por quê? Esse posicionamento ajudou os moradores em pelo menos três níveis:

  • Essa configuração deu proteção contra bandos guerreiros de infiéis que saqueavam o campo.
  • Proporcionou um forte sentimento psicológico de apoio e estabilidade, tendo uma influência contínua que ajudou a multiplicar a fortuna da família ao longo do tempo.
  • Atuou como uma barreira protetora contra as tempestades e contra o frio que poderiam prejudicá-los principalmente no inverno. Essa barreira ajudou a preservar as terras agrícolas e a saúde pessoal dos ocupantes.

A Escola da Forma foi mais fácil de aplicá-la na vida do campo, mas mesmo hoje, muitas de suas observações ainda são muito úteis para a vida na cidade.

Uma das seções mais conhecidas desta escola é a teoria dos 5 animais celestes, que é constituída por cinco animais mitológicos com características próprias (tartaruga, fênix ou pássaro vermelho, dragão, tigre e cobra) que consolidam certas configurações apropriadas para estruturar um espaço físico. A Escola da Forma inclui os conceitos clássicos como o Yin Yang e a teoria dos 5 elementos chineses para determinar e classificar o ambiente.

Escola da Bússola 

A Escola da Bússola, por sua vez, estuda as direções (leste, oeste, norte e sul) da sua porta da frente e de outras partes importantes da sua casa estão. Ela então compara essas direções com suas direções de vida pessoal, calculadas a partir da data e hora do seu nascimento. 

A Escola da Bússola clássica envolve cálculos numéricos baseados na direção em que um edifício se encontra, o que é determinado usando uma bússola ocidental ou uma bússola chinesa chamada Lo Pan, visivelmente mais complexa e detalhada que a bússola ocidental. Ocasionalmente, as datas de nascimento são levadas em conta em certos cálculos que ajudam a identificar a relação entre pessoas e o padrão de energia do ambiente. 

Essa escola se concentra em avaliar as energias abstratas que não podem ser vistas a olho nu e não considera o efeito do tempo na energia dentro de um edifício e, portanto, não é tão dinâmico quanto outros métodos. A Escola da Bússola incorpora muitos aspectos da Escola da Forma (que também é uma escola de Feng Shui tradicional) como encontrar um local favorável, ter um bom apoio por trás de você (a imagem da montanha) e uma apreciação completa da energia chi.

A Escola da Bússola é uma ciência complexa e fascinante que também incorpora a astrologia, destino do indivíduo, bem como a localização e direção da bússola dentro do lar. Fórmulas simples e também complexas existem para determinar as influências negativas e positivas. A cama, o fogão e porta dos fundos precisam estar alinhados às direções positivas. O método da bússola diz que essas direções são alguns dos fatores mais críticos que afetam o Feng Shui de um espaço.

A Escola da Bussola também usa o bagua, aquele mapa octogonal aplicado na planta baixa do imóvel, para identificar as áreas de um espaço. Essas áreas são divididas radialmente a partir do centro da casa e posicionadas de acordo com as direções cardeais (norte, sul, leste e oeste).

Escolas como: Estrelas Voadoras, Oito Mansões, Quatro Pilares e outras, estão incluídas na categoria de escolas de bússola.

Escola do Budismo Tântrico Tibetano – Chapéu Negro 

Essa é a Escola do Budismo Tântrico Tibetano do Chapéu Negro e surgiu nos Estados Unidos em meados dos anos oitenta através do grão mestre chinês Thomas Lin Yun. Esta escola de Feng Shui é uma combinação da filosofia do budismo tibetano, do taoismo, da cura holística e da psicologia do Feng Shui clássico.

Importante mencionar que apesar do nome, essa abordagem não tem nada a ver com magia negra ou misticismo.

O que distingue a abordagem da Escola de Feng Shui do Chapéu Negro das escolas tradicionais Feng Shui? Uma diferença importante é que as escolas mais tradicionais usam a bússola e as direções absolutas e cardeais como uma maneira de interpretar um determinado lugar em termos de fatores universais mais amplos.

Já a Escola do Chapéu Negro trabalha com um mapa octogonal chamado de Baguá e com a energia da casa. Ela concentra-se na energia que você pode controlar entendendo e ajustando o local, não em termos das direções fixas ou posições da bússola, mas em termos da direção relativa pela qual o Chi entra e circula nos ambientes e também avaliando as qualidades únicas do local.

Leia mais: Mas afinal…O que é Baguá e para que ele serve?

Outras diferenças da Escola do Mestre Lin Yun

Uma segunda diferença entre a Escola do Chapéu Negro e as abordagens tradicionais é que as abordagens clássicas enfatizam fatores tangíveis e objetivos, como a colocação de uma porta ou janela, a avaliação das construções e dos ambientes, fluxos de energia, etc… 

Já a Escola do Chapéu Negro também usa tais considerações, mas tende a dar uma ênfase maior do que algumas outras forças subjetivas e intangíveis. Em vez de orientar a casa com a bússola, ela utiliza um mapa de oito aspirações (baguá)  posicionado a partir da entrada de cada ambiente da casa, e assim associando o espaço físico às 9 áreas simbólicas da vida: prosperidade, sucesso, relacionamentos, criatividade, amigos, trabalho, espiritualidade, família e centro.

Assim como na escola da bússola, o ambiente também é dividido em 9 áreas, porém de uma forma um pouco diferente… Enquanto na escola da bússola as áreas são divididas radialmente, levando em conta as direções cardeais, na escola do Chapéu Negro, as áreas são divididas em 9 quadrantes simétricos no ambiente traçados a partir da porta de entrada principal.

Como você pode imaginar, ela depende menos de energias direcionais, formas terrestres e astrologia do que as escolas clássicas de Feng Shui. A Escola do Chapéu Negro se concentra na energia que você pode controlar, onde a orientação interna da porta é bastante importante, pois é pela porta que a energia entra pela casa.

Leia mais: Por que a porta da frente é tão importante no Feng Shui?

Características da Escola do Mestre Lin Yun

Uma das principais características da Escola Feng Shui do Grão Mestre Lin Yun é a sua natureza eclética. Com raízes nos ensinamentos da Índia, China e Tibete, extrai de múltiplas fontes, tecendo uma combinação de tradicional Feng Shui, as teorias de energia do Grão Mestre Lin Yun e o folclore chinês. Esta escola também se beneficia da adição de conceitos ocidentais e explicações de vários campos de estudo, incluindo fisiologia, psicologia, ecologia e sociologia.

Sua filosofia de trabalho é que o melhor resultado vem de um casamento de pontos de vista e de conhecimentos orientais com os ocidentais. Dessa forma ele criou uma técnica que adapta os melhores conhecimentos e sabedorias milenares chinesas com a cultura ocidental.

A Escola de Feng Shui do Grão Mestre Lin Yun é:

  • Uma forma fácil de aplicar o Feng Shui ;
  • Técnica altamente prática e eficaz ;
  • Focada na criação de resultados benéficos rapidamente com o menor gasto de tempo e dinheiro ;

Essa escola concentra-se sempre em soluções que produzam efeitos notáveis, mas que sejam relativamente fáceis de executar. Mas, independente da escola que você escolha seguir, é importante que você se identifique com ela e acredite em seus benefícios

Escola Intuitiva / Moderna de Feng Shui

A próxima escola de Feng Shui é o estilo moderno e intuitivo do Feng Shui que é baseada em estilos modernos de habitação e de negócios. A ideia é arrumar móveis em uma área para maximizar o fluxo do espaço. Essa abordagem é dividida em diferentes escolas: 

  • A Escola de Feng Shui das Aspirações de Vida – a ideia de que cada aspiração da vida, por exemplo, família e saúde, riqueza, casamento (etc.), tem uma cor, um elemento e uma direção associados a ela.
  • A Escola de Feng Shui da Pirâmide  – esta é uma versão contemporânea do antigo Feng Shui chinês e incorpora elementos diferentes para o modo como um indivíduo experimenta o ambiente natural. Elementos como biologia, psicologia, antropologia e muito mais. O indivíduo está no centro de todo o processo e você precisa personalizá-lo para eles, tornando-o mais personalizado. 

Muitas vezes, para aplicação dessa técnica moderna em nossos espaços, aqui no Ocidente, é necessário inverter o posicionamento do baguá aplicado pela Escola do Chapéu Negro. Por isso, são duas abordagens incompatíveis de serem aplicadas simultaneamente… ok?

Diferença e Respeito entre as Escolas

Um princípio fundamental dos ensinamentos de Feng Shui do Grão Mestre Lin Yun é honrar e respeitar todas as outras escolas e praticantes do Feng Shui e abster-se de criticar outros métodos. Aqueles que seguem os ensinamentos do grão mestre Lin Yun não proclamam o método como superior aos outros; em vez disso, eles respeitam as diferenças e procuram aprender com elas. Da mesma forma, a abordagem do Grão Mestre Lin Yun tem suas próprias características especiais que a distingue de outras escolas. A Escola de Feng Shui do Grão Mestre Lin Yun difere dos métodos tradicionais de Feng Shui pelos seguintes motivos:

✓ Há uma bússola “interna” em vez de “externa”

O Feng Shui Tradicional emprega uma bússola física para diagnosticar as principais direções da casa e relacioná-las aos moradores através de cálculos astrológicos.

A escola do Grão Mestre Lin Yun não usa uma bússola física para ler o Feng Shui de um local. Em vez disso, o praticante usa uma abordagem internalizada ou bússola octogonal chamada de baguá. Este octógono é um dos métodos utilizados para mapear as energias de casas e propriedades. 

✓ Emprega uma abordagem baseada na intenção e visualização

As Escolas Tradicionais de Feng Shui empregam uma abordagem tradicional da arte e usar soluções tradicionalmente estilizadas, como a utilização de direções cardinais negativas. A abordagem do mestre Lin Yun utiliza a sabedoria tradicional e acrescenta métodos baseados na intenção, intuição e no poder do pensamento, como o Reforço dos Três Segredos, que é uma parte fundamental para ativar as curas que você realiza nesta técnica.

A escola do Grão Mestre Lin Yun também em que enfatiza, usando o poder da intenção para aumentar drasticamente, os efeitos das curas de Feng Shui que você aplica. Considera também a visualização como um sexto sentido, além dos cinco tradicionais (visão, audição, tato, olfato e gosto).

Leia mais: O que são curas de Feng Shui?

✓ Coloca uma ênfase única no Posicionamento Relativo

O Feng Shui Tradicional usa a data e hora de nascimento dos residentes ou a data de conclusão da casa para determinar fatores Feng Shui. O Feng Shui do Grão Mestre Lin Yun enfatiza a Teoria do Posicionamento Relativo, que afirma que as áreas do ambiente que são fisicamente mais próximas de você afetarão mais a sua energia. A boca do chi concentra-se na energia da entrada principal como fator de influência.

Leia mais: Por que a porta da frente é tão importante no Feng Shui?

✓ Oferece curas pessoais

Ao contrário das escolas tradicionais de Feng Shui, que focam em mudanças ambientais e temporização astrológica, a escola de Feng Shui do grão mestre Lin Yun não apenas emprega esses fatores, mas também adiciona uma variedade notável de curas que você pode aplicar diretamente ao seu próprio corpo e mente.

Leia mais: O que são curas de Feng Shui?

✓ Considera o autodesenvolvimento como fundamental

O seu autodesenvolvimento ou a sua melhoria como um ser humano, é primordial na abordagem da escola de Feng Shui do Chapéu Negro.

De acordo com a escola, para obter benefícios mais completos do Feng Shui, você deve cultivar a energia de forma harmoniosa e equilibrada não apenas dentro do seu ambiente, mas também dentro de você.

Meditação e práticas energéticas são algumas das melhores maneiras de fazer esse desenvolvimento interior. Eu recomendo a todos começar hoje mesmo uma prática meditativa (qualquer uma)… isso gera benefícios incontáveis para quem pratica!

Mude sua vida com o Feng Shui

O Feng Shui é um dos métodos mais eficazes disponíveis para mudar suas circunstâncias e conseguir mais do que você quer da vida. Você pode colocá-lo em prática imediatamente, gerar ótimos resultados e criar um novo fluxo de vida e energia. Além disso, com o Feng Shui, nenhum cenário da vida é impossível ou impraticável; você sempre pode fazer algo para melhorar sua situação, se você assim escolher.

Mas, independentemente da escolha sobre qual escola de Feng Shui você deve seguir, certamente, você terá sua vida beneficiada com a técnica, qualquer que seja a abordagem usada na aplicação dos conceitos.

Aplicando corretamente os princípios de Feng Shui, você pode reverter padrões negativos e fortalecer os positivos para maximizar suas chances de sucesso. Quando você melhora seu ambiente, você também pode melhorar áreas essenciais da sua vida, como relacionamentos, carreira, riqueza e conexões familiares. Você pode se surpreender com a forma como os obstáculos da vida podem ser superados com simples mudanças de energia que você realiza em sua casa.

Considerações Finais

O Feng Shui oferece uma série de ferramentas para aplicarmos imediatamente em nossas vidas. Os princípios gerais são comuns em praticamente todas as escolas de Feng Shui. Os pontos que abordamos na Revista Digital Mais Feng Shui são para que você entenda melhor todos estes princípios, independentemente da escola de Feng Shui que você seguir.

Você pode aplicar o Feng Shui à sua vida de duas maneiras básicas: de maneira geral e de maneira específica/aprofundada. Embora ambas as abordagens sejam eficazes, a abordagem geral, às vezes, pode levar a frustração e confusão. Eu recomendo a abordagem específica, por causa de sua clareza, poder e progresso direto em direção a resultados tangíveis. No entanto, como de costume no Feng Shui, o melhor método é aquele que parece certo para você e cria os resultados que você precisa no momento.

Gostou de conhecer mais sobre a história e as escolas de Feng Shui? Gostou do artigo? Deu para entender as semelhanças e diferenças entre as técnicas? Aprendeu mais sobre Feng Shui?

3 COMENTÁRIOS

  1. Artigo maravilhoso, Anali! Obrigada por me proporcionar este passeio pela essência de cada escola e me situar entre as mesmas. Parabéns!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui