O Feng Shui para espaços reduzidos, casas ou apartamentos pequenos, não diferencia muito do Feng Shui para ambientes maiores. Na verdade, quando temos uma limitação de espaço, nosso desafio é ainda maior. E por isso, exigem alguns cuidados extras em sua aplicação.

Vale refletir muito bem sobre a funcionalidade e praticidade da decoração, quando se tem uma limitação de espaço, optando sempre por móveis menores, suficientes para abrigar apenas o que for útil, sem ocupação de espaço desnecessária.

Leia mais: O que é Feng Shui?

E, mais do que apenas olhar para os móveis, precisamos priorizar um bom fluxo de energia  (chi) nos ambientes para que possamos garantir os benefícios do Feng Shui.

A energia deve entrar suavemente nos ambientes sem bloqueios. Em lares menores, onde os caminhos de energias são mais restritos, ter uma boa quantidade de chi (energia positiva/vital) entrando em um local claro, convidativo e aberto se faz ainda mais necessária.

Leia mais: O que é “Chi” e por que você deveria se preocupar com isso?

A energia entra e transita em nossos lares como se fosse uma pessoa, e ela pode caminhar, tropeçar ou esbarrar em móveis e objetos da mesma forma que a gente.

Como nossa casa espelha nossa vida, quando temos bloqueios e barreiras espalhados pelos nossos ambientes, vamos atrair bloqueios e barreiras também para nossa vida. Seguem alguns exemplos: móveis no meio do caminho atrapalhando a passagem (mesinha, banquinho, poltrona, aparador, vaso grande,…), bagunça espalhada pelos ambientes, etc. Tudo isso pode ser um obstáculo e gerar uma dificuldade de circulação.

Sempre há algumas soluções que podem ser colocadas em prática para melhorar ainda mais seus espaços. Por isso, reuni aqui várias dicas para te ajudar nessa tarefa e nesse desafio de garantir um bom fluxo de energia mesmo em espaços limitados e reduzidos… Vamos lá? 

Leia mais: 10 maneiras simples de aplicar o Feng Shui usando itens de decoração

Tenha móveis proporcionais ao espaço

Você tem um espaço reduzido e recebe visitas apenas esporadicamente, e mesmo assim, tem uma mesa de jantar enorme para acomodar todo mundo nestes eventos nada frequentes?

Você prefere passar o ano inteiro desviando de uma mesa enorme, pois sua família e amigos te visitam às vezes?! 

Saiba que , segundo o Feng Shui, quando você tem móveis atrapalhando a passagem é como se você mandasse uma mensagem para o Universo de que é normal encontrar barreiras e obstáculos pelo caminho, e ter sempre que desviar deles para a vida fluir!

Avalie suas reais necessidades x tamanho do seu espaço…e encontre um equilíbrio

Avalie agora mesmo: seus móveis estão adequados ao espaço que você tem? Ou são maiores e super dimensionados para sua necessidade diária? 

Faça essa reflexão.

É fundamental manter a proporção em todos os espaços, de acordo com o número de pessoas que moram na casa ou que frequentemente a visitam. 

Você já entrou em uma enorme sala de jantar com uma pequena mesa ou teve que espremer seu estômago para andar em torno de uma enorme mesa de jantar em uma sala do tamanho de uma caixa de sapatos? Se sim, você entenderá a importância da proporção no conforto de um espaço.

Equilíbrio é o objetivo do Feng Shui qualquer que seja o espaço, grande ou pequeno, comercial ou residencial. Ele é a meta a ser atingida sempre. Só se consegue o equilíbrio por meio de boas escolhas. Logo, tenha muita atenção nas escolhas de seus móveis e nas proporções deles.

Leia mais: Yin e yang: o que é e como aplicá-lo em sua casa segundo o Feng Shui

O Feng Shui adota o conceito de que, os espaços devem ser proporcionais para que sejam aconchegantes e agradáveis. Deixe espaço suficiente para as pessoas e energias positivas se movimentarem sem problemas e limitações.

Leia mais: Feng Shui: atraindo boas energias para sua casa

Garanta um bom fluxo de energia pelo espaço

De acordo com o Feng Shui, nosso corpo está associado a uma área da casa. Ter passagens obstruídas pode sinalizar possíveis problemas cardíacos e de circulação, problemas com veias e artérias do corpo.

Os espaços de circulação e passagem em nossos ambientes são considerados como as “artérias” da casa no Feng Shui. Portanto, é importante também que você distribua o mobiliário adequadamente, sem “obstruir” as “artérias” dos cômodos de sua casa e garantir assim um bom fluxo de energia (chi) circulando por todos os lugares da casa ou apartamento.

Leia mais: O que é “Chi” e por que você deveria se preocupar com isso?

Saiba que não é nada bom encontrar obstáculos no meio do caminho, seja um móvel ou um objeto fora de lugar… Mantenha a passagem sempre livre para as boas energias circularem abundantemente pela sua casa e pela sua vida.

Vale a pena investigar o que pode estar causando esse desequilíbrio nos acessos e passagens da sua casa!

Se a energia não flui adequadamente pelos seus ambientes, sua vida também não fluirá. Você não se sentirá energizado, sua casa ficará pesada com energia represada. Quando as energias não fluem, a saúde piora, o dinheiro some, a prosperidade fica bloqueada, os relacionamentos ficam complicados, as oportunidades não chegam. 

Leia mais: Feng Shui: Evite barreiras e obstáculos em sua vida!

Posicione corretamente seus móveis

Uma correta distribuição dos móveis é essencial para permitir que a energia (chi) flua livremente por toda a casa. É preciso que a energia encontre espaços livres para poder circular pelos ambientes… Então, ter um mobiliário todo juntinho, aglomerado, fechado, pode dificultar esse “caminhar” das energias pelos espaços.

Uma distribuição incorreta dos móveis e objetos decorativos pode resultar em uma redução de mobilidade e também de fluxo, resultando em energia chi estagnada acumulada.

A escolha do mobiliário impacta diretamente na energia dos espaços. Cada cômodo da casa precisa permitir que a energia chi se mova a partir da entrada, flua pela sala e depois circule para continuar passando por todo o restante da casa, vitalizando e percorrendo todos os ambientes fluidamente.

Certifique-se de que todos os móveis estejam dispostos de modo a permitir um fluxo positivo ao redor deles. Podemos chamar de fluxo positivo um fluxo leve, constante, fluído, livre. Garantimos esse bom fluxo quando temos espaço livre para circulação. A energia deve poder circular tranquilamente sem esbarrar em nada pelo caminho.

Deixe o seu espaço muito mais convidativo e agradável mantendo uma boa circulação ao organizá-lo seguindo as diretrizes do Feng Shui.

Posicionamento dos móveis: O que se deve evitar?

Seguem alguns exemplos do que evitar no posicionamento de móveis e objetos de decoração: aquele vaso de plantas enorme na entrada do corredor, aquela cadeira bem na passagem da sala, a mesinha de centro bem no meio da passagem quase ocupando todo o espaço de circulação, etc… Reconhece alguma dessas situações? Se sim, procure um melhor posicionamento para que esses itens não atrapalhem ainda mais a passagem.

Você sabia que um simples banquinho, puff ou móvel bem no meio do caminho pode gerar um bloqueio em seu subconsciente? Esse obstáculo na passagem envia uma mensagem para o seu subconsciente de que, para caminhar na vida é preciso estar sempre desviando de algo, e que é normal encontrar sempre barreiras pelo caminho.

Logo, para evitar o envio dessa mensagem errada para o seu subconsciente, mantenha o caminho sempre livre para as boas energias circularem abundantemente pela sua casa e pela sua vida. Envie a mensagem certa para seu subconsciente: de que fluir na vida é fácil e prazeroso!

Identificou alguma passagem obstruída? 

Topa o desafio de identificar quais são as barreiras na sua casa e na sua vida? Avalie já seus ambientes e retire essas barreiras físicas do caminho hoje mesmo. Se você tem que toda hora desviar de algo no percurso dentro de sua casa, você encontrou um bloqueio. Encontre agora mesmo em seu lar que anda bloqueando sua vida.

Leia mais: Feng Shui: Evite barreiras e obstáculos em sua vida!

Desapegue: Por que devo praticar o desapego?

Desapego é uma palavra fundamental, principalmente para quem vive em ambientes pequenos, onde cada espaço é muito disputado e vale ouro. Impossível viver em um ambiente pequeno e ser um grande acumulador.

É preciso selecionar muito bem o que deve e pode ser mantido ali. Assim como avaliar tudo que se pode desapegar e descartar, a fim de abrir espaço de circulação e deixar a vida mais leve (sem cargas desnecessárias). Desapegar não é uma tarefa fácil, mas é uma tarefa extremamente necessária para que você consiga ter uma vida harmoniosa nesse ambiente reduzido.

De acordo com o Feng Shui, objetos parados, sem uso ou quebrados geram muita energia estagnada e negativa, e, isso pode acarretar em diversos problemas em nossa vida. Ninguém almeja uma vida parada e estagnada no tempo… certo?!

Mas, é muito comum acumularmos um monte de coisas pensando que um dia talvez possamos precisar delas… e assim o número de coisas paradas e sem utilidade vai aumentando, nossos espaços livres diminuindo e, da mesma forma, segundo o Feng Shui, nossa prosperidade vai se esvaindo… 

Acumular muitas coisas pode ser um problema ainda maior se você não conta com um grande espaço para isso.

Leia mais: Como a desordem afeta sua vida segundo a ciência e o Feng Shui

Temos que ter pensamentos prósperos… SEMPRE.

Quando nos apegamos a um determinado objeto com medo de que ele será útil um dia no futuro, estamos alimentando pensamentos de escassez em nossa mente. Já parou para pensar que esse dia pode nunca chegar?… E se chegar… basta que você acredite que terá dinheiro para adquiri-lo novamente, ou emprestá-lo de alguém… Enfim… confiar que o Universo de alguma forma vai ter provê-lo novamente. Simples assim!

Praticando o desapego e organizando seus espaços, uma tremenda liberação de energia acontecerá em seu lar e também dentro de você. Isso é ainda mais importante em uma casa ou apartamento pequenos. A energia que estava envolvida no apego às coisas, trará um novo amanhecer ao seu ser, uma nova luz, uma nova compreensão e principalmente um grande alívio.

Desapego na prática

Respire fundo e comece agora mesmo! E para te ajudar nessa tarefa de desapego, experimente fazer algumas perguntas para você mesmo:

  • Por que estou guardando isso?!
  • Será que tem a ver comigo hoje?!
  • O que vou sentir ao liberar isto?!
  • Isso me traz alegria? Traz boas recordações?!

Resumidamente: Se você não ama o item, ou não o usa… livre-se dele…

Vá fazendo pilhas separadas para:

  •  Doar
  •  Jogar fora ou reciclar
  •  Vender

Deixe esses itens serem úteis em outro lar ou outro local. Pense que uma pequena doação sua pode deixar uma pessoa feliz! Isso realmente é gratificante!

Faça regularmente uma faxina nos guarda roupas e armários da casa, desfazendo-se daquilo que não tem mais utilidade, não serve ou não gosta.

Leia mais: Organização na prática com Feng Shui 

O que achou disso tudo? Experimente pôr em prática o desapego hoje mesmo e me conte aqui como foi…. Você já praticou o desapego alguma vez? Como se sentiu? Não foi algo, no mínimo, libertador? Tenho certeza que a experiência de desapegar e deixar seus itens serem felizes e mais úteis em outro lar te fará muito bem! 

E, se conhece alguma outra técnica deixe-nos saber… sempre é importante trocarmos conhecimentos em prol de ambientes mais organizados e leves.

Use espelhos para ampliação do espaço

Espelhos são objetos de decoração muito usados no Feng Shui, pois são muito coringas. Eles são considerados curas mundanas muito estratégicas.

Espelhos são ampliadores de espaço e atraem iluminação e boa energia para os ambientes. Os espelhos, justamente pelo poder de aumentar e expandir qualquer espaço, são considerados itens essenciais em um apartamento ou espaço pequeno. 

Como o espelho proporciona a sensação de mais espaço, ele auxilia os moradores a expandirem seus campos visuais. E de acordo com o Feng Shui, ao posicionar um espelho corretamente, você ainda duplica a sensação de bem-estar retirando a sensação de confinamento que alguns ambientes pequenos podem passar. 

Os espelhos também são excelentes opções para esconder o banheiro, esconder um pilar no meio da sala, eliminar uma barreira visual formada por uma parede, coluna, viga, etc… Importante que não cortem a cabeça de quem esteja refletido nele…ok?

Leia mais: Como usar corretamente os espelhos nos ambientes segundo o Feng Shui

Bom ressaltar que, ao se colocar um espelho em qualquer ambiente deve-se tomar cuidado para manter o espaço sempre organizado, pois o espelho amplia tudo que ele reflete. Se no ambiente há muita bagunça, a bagunça será duplicada e a vida das pessoas ficará bem confusa. Os espelhos também nunca devem cortar a cabeça de quem se olhar nele para evitar que sejam enviadas mensagens subliminares ao subconsciente (como cabeça cortada, faltando, dividida, deformada ou distorcida).

Use e abuse de superfícies reflexivas, mas equilibre-as com materiais mais quentes. Lares precisam ser aconchegantes.

Cristais para circular a energia

Para quem não conhece, os cristais multifacetados também são objetos muito usados ​​no Feng Shui. Eles podem ser utilizados de muitas maneiras, mas sempre com o intuito de: criar boa energia nos espaços onde estão. 

Esse cristal redondo com 108 facetas lapidadas é bastante usado no Feng Shui por sua energia de harmonia e perfeição devido à forma esférica. De acordo com a geometria sagrada, essa é considerada uma forma superior desde os mais remotos tempos. Não é a toa que o Feng Shui o considera um dos objetos mais poderosos para ajustes de energia.

Leia mais: Cristais multifacetados no Feng Shui o que são e como usa-los

O cristal multifacetado permite reorganizar a circulação de energia dos ambientes. Com isso, consegue acalmar e neutralizar muitas emoções negativas impregnadas nos espaços. E, ao mesmo tempo, ele pode também organizar melhor a nossa mente, desde eliminar preocupações com o futuro até atrair uma vida melhor.

É, portanto, um objeto poderoso que não pode faltar em espaços pequenos, promovendo um melhor fluxo energético nos locais, permitindo fazer as energias circularem melhor e mais fluidamente mesmo em espaços reduzidos.

Exemplos de posicionamento dos Cristais Multifacetados

Se a função primordial do cristal é movimentar energias, coloque-o em locais em que deseja que as energias fluam melhor, em sua casa e em sua vida. Qual área da sua casa ou da sua vida está precisando de movimento?

Leia mais: Cristais multifacetados no Feng Shui o que são e como usa-los

Por exemplo, você pode colocar o cristal para movimentar determinada área do baguá que esteja sem energia em sua vida: Prosperidade, Saúde, Relacionamentos, Carreira, etc. Pendure-o nesses locais em sua casa para ativá-los.

Você pode também pendurá-lo em uma janela para que ele rebata as energias negativas externas e circule melhor as energias internas.

Pode colocá-lo no meio de um corredor, já que esta é uma área parada e sem grande movimento.

Leia mais: O corredor da sua casa pode estar prejudicando sua vida

Você pode colocá-lo entre a pia e o fogão, caso eles estejam próximos um do outro. Assim você equilibra o fluxo de energia da água e do fogo neste local.

Leia mais: Fogão: A fonte de prosperidade de sua casa!

Aposte em uma boa iluminação 

De acordo com o Feng Shui, para termos um ambiente agradável e harmônico, o chi precisa fluir e circular livremente nele. Independente do espaço ser pequeno ou grande. Mas, quando temos espaços menores, a iluminação pode ser uma grande aliada.

Ela tem o poder de ativar e elevar o chi (ou energia) dos ambientes. E, se o chi não circula, a vibração do local pesa, a energia do ambiente estagna.

Uma casa iluminada e ventilada é fundamental para permitir a circulação da energia vital, além de não deixar nenhuma área sem energia e sem movimento. Para isso, é preciso que o ambiente receba uma boa dose de luz solar. Caso isso não seja possível, no mínimo conte com boas iluminações artificiais mesmo.

Ilumine os espaços mais escuros: ninguém gosta de ocupar uma área escura e viver na penumbra, não é mesmo?

O Feng Shui aborda isso recomendando que todos os espaços recebam uma grande quantidade de iluminação natural ou não. A luz ativa a energia dos ambientes e a coloca em movimento. Afinal, a escuridão é energia estagnada ou ausente. Tenha muitas lâmpadas para ativar a energia em todos os espaços. (E dê preferência para lampadas amareladas, que imitam a luz do sol e trazem maior conforto térmico. Fuja das lampadas brancas).

Leia mais: A importância da luz e iluminação de sua casa, segundo o Feng Shui

Garanta uma boa separação funcional dos ambientes

Em ambientes pequenos é normal termos uma integração de vários ambientes em um mesmo espaço, unificando suas funções para melhor aproveitamento dos espaços.  

Não há problema nessa integração, mas é importante certificar-se de ter claras divisões funcionais entre os ambientes com a utilização de tapetes, cortinas, sinos do vento ou móveis, mas que não obstruam a passagem. É importante ter uma separação visual, principalmente em relação a sua área de dormir e seu espaço de escritório.

Segundo o Feng Shui é importante ter uma boa delimitação do uso dos espaços, pois assim, consegue-se acrescentar e ativar a energia certa em cada local, mesmo em ambientes integrados…

Faça com que a decoração do seu espaço corresponda à sua finalidade, mesmo que ela incorpore outras áreas também.

Para promover a alegria e a harmonia em sua casa e, proporcionando um sentimento de alegria ao entrar e estar lá naquele ambiente, crie espaços funcionais, práticos, bonitos e bem delimitados.

Decore seus espaços de acordo com sua função

Lembre-se que você deve considerar os usos reais de uma determinada área para então, decorá-la de acordo com sua funcionalidade.

Leia mais: 10 maneiras simples de aplicar o Feng Shui usando itens de decoração

Por exemplo, use uma decoração mais ativa e vibrante nos espaços de convívio social e trabalho. E uma decoração mais suave e serena para os ambientes de relaxamento e descanso. 

Leia mais: Feng Shui no quarto

Evite armários acima da cabeça 

Não é nada recomendado pelo Feng Shui manter muitos objetos embaixo ou acima das camas. Armários embutidos ou prateleiras podem atrapalhar o descanso, e até mesmo gerar sentimentos opressores e depressivos

Em espaços reduzidos é comum contarmos com a praticidade dos móveis planejados, aproveitando cada cantinho disponível. Mas, nem sempre essa é uma boa ideia em termos de energia. 

Não é interessante ter prateleiras ou armários acima da cabeceira da cama, pois, segundo o Feng Shui, isso pode também pressionar a energia de quem dorme ali, ocasionando cansaço e desânimo. Pode gerar também uma sensação de que algo possa cair em sua cabeça e te machucar, deixando seu subconsciente sempre em estado de alerta e atenção.

Se você dorme abaixo de um armário embutido, você provavelmente sentirá uma pressão maior na sua cabeça. Isso não é nada favorável para uma ótima noite de sono e para uma vida leve.

Além disso, quando temos armários embutidos, não sobra espaço para termos uma cabeceira: um item super importante para para maior proteção e apoio na vida. Dormir em uma cama sem cabeceira deixa a nossa sem estabilidade e segurança.

Leia mais: Importância da cabeceira de sua cama, segundo o Feng Shui

Caso não tenha outra opção de configuração do quarto, vale contar com a ajuda de um profissional especializado em Feng Shui, pois é possível ajustar essa situação usando curas transcendentais específicas.

Leia mais: O que são curas de Feng Shui?

Cuidado com o que você armazena em camas baú 

Com os espaços cada vez mais restritos, a cama com baú surgiu como uma boa solução. Mas, ela não é a mais indicada pelo Feng Shui. No entanto, tudo depende do que você guarda nela e da organização dos itens dentro dela…

Se você tem uma cama baú, mantenha esse baú muito organizado, guarde objetos leves, limpos e constantemente usados, como as roupas de cama e banho.

Sapatos, ferramentas, coisas quebradas, sujas, sem uso, documentos, ou qualquer outro item que fique lá esquecido gerando energia estagnada, não devem ser mantidos ali. Recordações de família, energia de antepassados, relatórios e documentos de trabalho também não combinam com a energia do quarto. Quarto, como sempre falo, foi feito para descansar e fazer amor, qualquer coisa que fuja destas duas finalidades não precisa estar ali. 

Lembre-se que seu local de descanso é sagrado, e para que você consiga restabelecer sua energia, é importante que seu corpo tenha contato com energias leves, fluidas. Tudo que você armazenar ali na cama ficará em contato direto com você durante o sono. Então, cerque-se de coisas que te façam ter uma boa e agradável noite

Evite beliches

A maioria das pessoas acredita que os beliches são ótimas camas para os espaços pequenos, mas do ponto de vista energético não são nada indicadas. 

Não são favoráveis pois, segundo o Feng Shui, tanto a pessoa que dorme em cima, quanto a pessoa que está embaixo terá sua energia pressionada e oprimida.

Como o beliche é uma cama mais alta, quem dorme na cama de cima pode ter a sensação de sufocamento e peso, devido a sua proximidade com o teto, assim como acontece em camas posicionadas abaixo de armários embutidos. E o mesmo acontece também com quem dorme na cama de baixo do beliche.

Quando temos a nossa energia pressionada ou oprimida, estamos desgastando nossa vitalidade, podemos acordar mais cansados e pouco revigorados, mesmo após o descanso normal. Segundo o Feng Shui, essa opressão pode prejudicar bastante a saúde de quem vive nessas condições.

Se você não tem espaço para separar o beliche, é possível curar essa opressão com curas transcendentais transmitidas por bons profissionais de Feng Shui…ok? ! (Sempre dá para dar um jeito!)

Não encoste sua cama na parede

Segundo o Feng Shui, é muito importante que a energia circule pelos dois lados, acima e abaixo da cama, por isso a necessidade da cama ter pés e não estar encostada na parede, se você quer que sua vida flua bem.

A cama deve ter pés e não estar diretamente encostada no chão. Ela deve também ter livre circulação de energia e ventilação adequada fluindo por todos os seus lados. Lembre-se, precisamos sempre incentivar o movimento do chi e do fluxo positivo de energias em seus ambientes. Você não vai querer estimular uma vida sem movimento, estagnada, onde a boa energia seja interrompida ou bloqueada de se mover… certo?

Leia mais: Feng Shui no quarto

Você deve deixar espaço suficiente em ambos os lados da cama para uma saída segura e confortável. Isso vale tanto para uma cama principal que acomoda duas pessoas, mas também se aplica a camas para quem dorme sozinho. 

Quem encosta a cama na parede limita a própria vida! Limita as oportunidades e opções de chegarem até você.

Resolvendo dilemas de Feng Shui

Dilemas de Feng Shui frequentemente ocorrem. Essas situações acontecem quando temos mais de uma situação desfavorável conflitando entre si. Devido à algumas limitações do próprio espaço, corrigir uma situação desfavorável acaba gerando outra também desfavorável, em termos de Feng Shui. Então, como resolver? O que seria menos pior?

Cabeceira na janela x Cabeceira na parede de banheiro

Em casas e apartamentos pequenos os dilemas de Feng Shui são muito comuns de acontecer. Exemplos: Digo sempre em meus artigos e consultorias que não se deve ter a cabeceira da cama embaixo de uma janela para não atrair situações inesperadas. Digo também que ter a cabeceira da cama na parede do banheiro é muito prejudicial para seu emocional, ou ainda que a cama alinhada na porta também não é bom para um sono restaurador.

Então, muitos me perguntam… mas meu quarto é muito pequeno e se eu tirar a cabeceira da janela, necessariamente a cama fica contra a parede do banheiro. Como resolver esse tipo de conflito? Qual destas configurações escolher quando ambas são ruins?

Ai é que entra a experiência de bons consultores de Feng Shui. Algumas configurações são mais prejudiciais que outras. Fato! E, vale também observar muito bem o momento da vida dos moradores para chegar ao melhor posicionamento, caso a caso.

Você mesmo pode se perguntar, de acordo com o momento de sua vida: É melhor ser traída ou ter seu emocional gravemente abalado? Qual dessas situações você conseguiria administrar melhor?

Outra opção também seria mudar de quarto, caso seja possível. A melhor escolha é sempre evitar conviver com esses dilemas.  

Além disso, há sempre curas transcendentais que podem resolver facilmente essas situações emblemáticas, sem precisar mudar a cama de lugar. E, principalmente, sem ter que reformar a casa toda, mudando janelas e banheiros de posição.

Sofá obstruindo passagem x Sofá de costas para porta?

A posição do sofá da sala também geram muitas dúvidas. Devo deixar o sofá obstruindo passagem ou o deixo de costas para a porta?

Leia mais: Qual a melhor posição do sofá da Sala?

Não é recomendado ter um sofá de costas para a porta em uma sala. Se não tiver outra opção, faça um retrovisor com espelho.

É sempre melhor ter um sofá de costas para a janela, que de costas para a porta. E mantenha sempre espaço livre para circular. Retire todos os móveis que você precisa desviar para poder circular normalmente… Se você não consegue abrir espaço, você precisa repensar a real necessidade de todo o mobiliário presente ali. Releia o tópico desapego deste artigo. 

Enfim, é muito comum ter esses tipos de dilemas, quando moramos em ambientes pequenos, e quando não se tem um conhecimento aprofundado sobre a técnica e sobre os impactos de cada configuração. Não fique preso a esses dilemas, e muito menos sofrendo com eles, busque ajuda especializada e ajuste tudo. Sempre é possível encontrar a melhor solução, independente do tamanho do seu espaço.

Tenha muito capricho e cuidado em seus ambientes 

Esta dica final é uma das minhas preferidas nessa agradável tarefa de harmonização de ambientes! E também, essencial para que você comece a desfrutar dos benefícios de se ter um ambiente equilibrado e saudável:

Em um ambiente com Feng Shui todas as áreas devem receber muita atenção, capricho e cuidado. No Feng Shui falamos bastante que o fluxo de energia é estimulado quando colocamos a nossa atenção e o nosso foco em determinadas áreas de nossa casa. (Energy flows where attention goes!)

Capricho deve ser colocado em todos os lugares e faz total diferença na vibração de um lar!!! Você deve amar todos os cantinhos e cuidar muito bem deles.

Do banheiro até a lavanderia, dos armários até o porão e a garagem… Todos esses espaços precisam de cuidados, pois fazem parte da nossa casa. Nós não podemos esconder ou negligenciar nenhuma área dela. Ao fazermos isso é como negligenciar uma parte específica do nosso próprio corpo. 

A casa como um todo precisa de ordem e de cuidados adequados, bem como uma boa dose de amor em cada cantinho. Cada parte da sua casa está conectada a todas as outras partes (assim como estamos conectados com o nosso corpo físico).

Há muitas dicas para harmonizar espaços, no entanto, sempre que colocamos atenção e carinho em qualquer cantinho, estaremos convidando as boas energias a circularem abundantemente por ali…

Afinal, tudo que colocamos nosso foco e atenção tende a se multiplicar…não é mesmo?

Agora… como está a sua dedicação com a sua casa? Como está o cuidado com os seus cantinhos? Você tem cuidado bem do seu lar? Reflita: o que você pode fazer para melhorar ainda mais a energia de seus ambientes?

Se você conhece alguma dica para harmonização de ambientes comente aqui e vamos divulgando e ampliando cada vez mais essas boas práticas!

Considerações finais

Uma casa com um bom Feng Shui é sempre aquela que é nutrida por energia fresca, clara e fluida, cercada por locais de boa energia, energia leve, vibrante e saudável. Com ajustes bem simples você evita a energia bloqueada, parada e “velha” nos ambientes da sua casa.

Em ambientes pequenos, esse desafio de manter a boa circulação e harmonia das energias se torna importantíssimo de ser alcançado.

Com a energia fluindo adequadamente dentro e fora do seu lar, você sentirá um maior equilíbrio em sua vida. Sua vida fluirá mais levemente e com muito mais harmonia. Garantindo uma boa circulação interna, e também nos arredores de sua casa, você atrairá mais facilmente as boas energias, as oportunidades e a prosperidade em sua vida.

No final das contas, não importa o tamanho do seu ambiente, importa a energia que ele transmite. Sempre é possível aplicar os princípios de Feng Shui qualquer que seja o espaço, pequeno, grande, alugado, próprio, comercial, residencial…etc…

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos! É só clicar nos botões no começo e final do artigo para você compartilhar (no facebook, whatsapp, telegram, pinterest e twitter)!

Ficou com dúvidas? Pergunte pra mim nos comentários deste artigo!! Se gostou também deixe seu comentário abaixo para eu saber!

Ah… se você quiser fazer parte do Grupo VIP do Telegram para receber dicas exclusivas é só clicar em: https://t.me/maisfengshui

7 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui